Pular para o conteúdo principal

[Power BI Like a Pro] Compartilhando AUTOMATICAMENTE relatórios com novos usuários da sua equipe.

Power BI - Criando Ranking sem Repetições


Bom dia, Boa tarde e Boa noite, viciados em Power BI de todo Brasil.

Vamos falar de Ranking?


Se você já criou um ranking já se deparou com situações em que a expressão a ser ranqueada se repete e o que acontece? puff... o Power BI dá a todos o mesmo Rank.

Isso as vezes pode te prejudicar se estiver tentando fazer um Gráfico de Pareto e vocês vão ver o porquê.

Conhece meu canal no youtube? Nããããão?????

...que absurdo...

então vai lá no youtube e se inscreve, já que tu ta de bobeira mesmo para ler esse artigo.
CLICA AQUI!

"Letra 'a' VAMOS COMEÇAR... "


Tenho então duas tabelas fVendas, que tem os valores de vendas em um período X por cada vendedor e uma tabela dVendedores que tem o cadastro dos meus vendedores com um relacionamento entre elas na coluna [Vendedor].



Inserimos um visual de tabela dVendedores[Vendedor] numa coluna e fVendas[Vendas] na segunda coluna e um Rank do jeito "padrão" de fazer e novamente nenhum segredo para vocês doutores do ABC em Power BI.


Vamos então criar as duas colunas que faltam para nosso Pareto, vendas acumuladas de acordo com o Ranking e % de vendas Acumuladas.. (Se você não sabe o que é Pareto clica AQUI e veja o vídeo do Planilheiros).

Faremos elas utilizando as seguintes funções:
Venda Acumulada =
CALCULATE (
    SUM ( fVendas[Vendas] );
    TOPN ( [Rank]; ALL ( dVendedores[Vendedor] ); [Rank]; ASC )
)


% Acumulado =
[Venda Acumulada] / CALCULATE ( SUM ( fVendas[Vendas] )ALL ( fVendas ) )

Temos então os problemas.... Quando você verifica as duas primeiras vendedoras, ambas tiveram o mesmo valor de venda R$ 2.600,00, e então o RANKX classifica ambas com o mesmo RANK ( 1 ) e como consequência temos então que na Venda Acumulada e % Acumulados tenhamos valores iguais para as duas. 

Queremos então criar um Rank em que meus vendedores sempre tenham valores exclusivos e assim resolveremos toda essa problemática.

Para esse exemplo eu vou considerar como fator de "desempate" simplesmente a ordem alfabética dos nomes. No nosso novo Rank então Camila Será 1 e Fernanda Será 2.

Como fazer isso? Mais simples do que você pode imaginar.

Vamos em "Editar Consultas" e lá no Power Query editar a tabela dVendedores.

Se queremos que nossa sequência seja por ordem alfabética vamos então colocar nossos vendedores em ordem alfabética....MASSSSSSS... não de A para Z mas de Z para A, ou seja na ordem decrescente.



Feito isso adiciona aí uma Coluna Índice iniciando em 1 mizifío...

Adicionou? Beleza vamo simbora...

Agora vamos fazer uma macacada que é o pulo do gato - quanto bicho numa só frase...

Pense bem... se eu tenho dois vendedores com mesmo valor de venda qualquer milésimo de centavo a mais na sua venda faria ele ficar à frente do outro, concorda?

Então olha o que temos agora na nossa coluna...

Como antes de inserir o índice, ordenamos nossos vendedores em ordem alfabética decrescente, a Camila tem um Índice de número 11 e a Fernanda de número 8.

Bem podemos utilizar esse índice então para desempatar? Porque não?

Como o valor de índice é um inteiro e nossas vendas são decimais é ideal quer para usa-los para como desempate no que vamos fazer a seguir, dividamos esse valor por algum numero bem alto, para que tenhamos como resultado um decimal tão ridiculamente pequeno que não fará diferença quando "somado".

Então garotinho, seleciona a coluna "Índice" vai na guia Tranformar>Padrão>Dividir e coloca um numero bem grande como 1.000.000.

'Fechar e aplicar" e vamos fazer a magia acontecer.

Na nossa medida de RANK que antes no segundo argumento somente tinha  a CALCULATE(sum(fVendas[Vendas)), vamos alterar para CALCULATE(sum(fVendas[Vendas])+sum(dVendedores[Índice]))

Ou seja vamos rankear não somente pelo valor da venda, mas pelo valor da venda somando aquele decimal picototinho que está la na coluna índice.

Ficará assim nossa nova RANKX

Rank =
RANKX (
    ALL ( dVendedores );
    CALCULATE ( SUM ( fVendas[Vendas] ) + SUM ( dVendedores[Índice] ) );
    ;
    DESC
)

E com esse ajuste temos nossa tabela com valores exclusivos de Rank.


E agora podemos montar nosso belíssimo Gráfico de Pareto:



Esse conceito de criar novas colunas para ordenar pode ser aplicado de outras formas, use sua imaginação.


Grande abraço e até a próxima.


Comentários

  1. Parabéns Rafael! Sua dica me ajudou bastante. Vlw!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, obrigado Rafael, foram 2 semanas de pesquisa, tive que adaptar minha ETL pois minha dimensão era virtual ai não conseguia colocar o Indice, mais após fazer ela virar uma "Tabela física" consegui aplicar com facilidade sua técnica.

    ResponderExcluir
  3. Queria saber como posso fazer para congelar colunas nas tabelas assim como o excell fazes em congelar painéis, pois tenho um acompanhamento diário, onde cada coluna é um dia do mês, então quando vou olhar o total no final da coluna, a primeira coluna com o nome dos vendedores some. Se eu for para a matriz, a mesma não permite ranking de vendedores.

    ResponderExcluir
  4. kkkkk, divertido seus textos...kkkkk...Ótimas dicas! Já te sigo no youtube . Obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Rafael,
    Boa noite!
    Tudo bem?

    Me ajudou muito com esta explicação, para eliminar os repetidos no Rank, obrigado.

    Mas tenho uma dúvida... é possível obter o mesmo resultado, sem criar uma coluna física de índice? Apenas usando medida DAX.

    Juro que tentei de todas as formas, mas não obtive sucessso, estou curioso em saber se é possível.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

5 coisas no Power Query que talvez nunca tenham te explicado ou mostrado.

5 coisas no Power Query que talvez nunca tenham te explicado ou mostrado. O Power Query   é o editor de consultas utilizado tanto no PowerBI   quanto no Excel (em algumas versões) e que tem enorme poder de transformação dos dados importados de fontes diversas, sejam elas estruturadas ou não. Usuários menos experientes utilizam o  Power Query  apenas com cliques nos elementos do MENU, o que sim pode ajudar bastante, mas entender as funções e detalhes que estão por trás desses cliques podem enriquecer o seu  ETL , resolver problemas que nunca seriam feitos com o simples uso dos botões e te ajudarão numa certificação Microsoft. 1 - Sabendo o que está acontecendo: Uma das coisas principais e essenciais no uso do  Power Query  é que, mesmo utilizando os botões no Menu, você consegue identificar que funções estão sendo utilizadas. Vou mostrar isso de duas formas: Barra de Formulas - Dessa forma você pode acompanhar na barra de formulas

“Traduzindo” formulas do Excel para DAX.

Como utilizar algumas formulas bem conhecidas no EXCEL em DAX Olá moçada tudo bem? Todos sabemos que muitos dos usuários de Excel tem dificuldade de migrar ou utilizar o Power BI, muito pela dificuldade de entender a forma de calcular do DAX e os contextos de linha e de filtro, bem como por já estar acostumado com as formulas no Excel, chegando a procurar um SOMASE (SUMIF) quando quer escrever uma nova medida em DAX (eu fiz isso). Queria então conversar hoje com esse público e te mostrar como traduzir o que você pensa em EXCEL para DAX. Iremos brincar então com as seguintes formulas em Excel (versão português). Somase, Somases, Procv, Cont.se, Cont.ses, Pgto, Concat, Texto, Esquerda, Direita e Seerro. Utilizaremos para nosso exemplo o modelo de dados abaixo (Power BI e Excel) Nossos objetivos serão: - Encontrar o total de Compras para veículos novos (ano de venda igual a 2018). - Encontrar o total de Compras para veículos novos e com va